12 dicas para uma saúde oral exemplar

Mulher a sorrir

Mais do que manter os dentes brancos e a boca fresca, uma boa saúde oral é a melhor arma contra a acumulação de placa bacteriana e tártaro, evitando assim males piores, como as cáries, mau hálito, gengivite ou periodontite.

  1. A regra de ouro para uma saúde oral exemplar é escovar os dentes três vezes ao dia, depois das refeições e durante dois minutos. Se não for possível lavar os dentes à hora do almoço, por exemplo, faça os possíveis para respeitar pelo menos as outras duas escovagens.
  2. Utilize fio dental antes de cada escovagem, é o aliado perfeito para chegar aos espaços onde a escova de dentes não chega (espaço entre os dentes, espaço entre os dentes e as gengivas), evitando assim a formação de placa bacteriana. Se não for possível passar o fio dental antes de cada escovagem, deve fazê-lo pelo menos à noite quando lavar os dentes antes de se deitar.
  3. A escolha de uma escova de dentes adequada é tão importante quanto a lavagem – opte sempre por uma escova de dentes com cerdos suaves ou, no máximo, médios.
  4. Para evitar o mau hálito, cada vez que lavar os dentes, escove também a língua.
  5. No que toca à escolha de uma pasta de dentes, saiba que a maioria contém flúor, o que significa que nenhuma é melhor que a outra. Tenha apenas atenção à concentração de flúor: a partir dos 6 anos de idade, a pasta de dentes pode conter entre 1000 e 1500 ppm de flúor. Evite o uso excessivo de pastas dentífricas branqueadoras uma vez que este tipo de produto contém ingredientes abrasivos que podem desgastar os dentes com o passar do tempo e uma utilização continuada.
  6. A utilização de um elixir bocal é a melhor forma de terminar, periodicamente, a lavagem dos dentes, sendo especialmente indicados os elixires com flúor. Estes produtos não devem, porém, ser utilizados em excesso pois podem desequilibrar o funcionamento natural da boca.
  7. Saiba cuidar da sua escova de dentes, respeitando a sua higiene e substituição periódica.
  8. Até aos 30 anos de idade, faça um check-up dentário anual; depois dos 40 anos de idade, vá ao dentista duas vezes por ano.
  9. Para além de serem um dos principais culpados da alteração da cor dos dentes, o café e o tabaco em excesso também podem danificar os dentes.
  10. Evite o consumo excessivo de doces e refrigerantes, lavando muito bem os dentes após a sua ingestão.
  11. Se sentir os dentes sensíveis, as gengivas inchadas, vermelhas ou a sangrar, consulte imediatamente o seu dentista.
  12. A prevenção é mesmo o melhor remédio e fazer da higiene oral diária uma rotina é fundamental para dentes e uma boca sã. Em contrapartida, uma boca saudável auxilia uma dicção clara e correcta, assegura um sorriso bonito, ajuda a manter um bom hálito, contribui para o estado geral da sua saúde, facilita o mastigar dos alimentos, reduz a probabilidade de doenças dentais e de boca, reduz as despesas (muitas vezes elevadas) relacionadas com a saúde oral, assegura que mantenha os seus dentes naturais ao longo de toda a vida.
A sua votação: 
Average: 5 (1 voto)