Gengivite: o que é e como se trata

Dentes e gengivas de uma criança

A gengivite é uma inflamação das gengivas e o primeiro sinal de uma doença periodontal. Apesar de ser facilmente tratada, a prevenção é a melhor solução contra a gengivite, a bem de uma higiene oral saudável e sem problemas.

O que é?

A gengivite é uma inflamação das gengivas, resultante da acumulação de placa bacteriana em torno dos dentes e das gengivas. As bactérias que proliferam na boca podem facilmente agarrar-se aos dentes, produzindo uma substância pegajosa que atrai as partículas de comida, proporcionando assim o desenvolvimento da placa bacteriana. Se essa placa não for removida diariamente – através da escovagem e com recurso ao fio dental – irá produzir toxinas que vão irritar as gengivas, acabando por resultar em gengivite. Apesar de ser facilmente tratável, se esse tratamento não for feito atempadamente, a gengivite pode transformar-se numa periodontite que, ao contrário da gengivite, pode danificar os dentes, as suas raízes e nervos, levando mesmo à perda de dentes. Para além de uma má higiene oral, a gengivite também pode ser o resultado de um trauma nas gengivas (que também pode incluir escovagem ou passagem de fio dental excessiva), alterações hormonais ou provocado por algumas doenças.

Principais sintomas

A gengivite é uma doença periodontal desagradável, que se manifesta de várias formas: gengivas inchadas, de cor vermelha ou púrpura, sensibilidade acentuada, sangramento, infeção, existência de pus nos dentes/gengivas, aftas, mau hálito e mau sabor na boca. Em casos mais avançados, pode-se verificar que as gengivas estão a recuar ou estão já afastadas dos dentes, conferindo-lhes um aspeto mais alongado; mas a gengivite também pode causar a formação de pequenas bolsas entre os dentes e as gengivas, onde os resíduos alimentares e a placa bacteriana se acumulam.

Tratamento

Felizmente, quando tratada imediatamente, a gengivite é reversível. O tratamento da gengivite passa pela ida ao dentista onde a placa bacteriana acumulada será removida. Em alguns casos, o dentista pode ainda prescrever um antibiótico e/ou um elixir anticético para auxiliar no tratamento. Em casos extremamente graves e avançados da gengivite, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Prevenção

Prevenir a gengivite é tão simples como assegurar uma boa saúde oral: lavar bem os dentes três vezes ao dia, passar o fio dental diariamente, bochechar regularmente a boca com um elixir dentífrico adequado e marcar uma consulta dentária anual.

A sua votação: 
Average: 4.3 (9 votos)