Principais problemas que os medicamentos causam aos dentes

Labios vermelhos de mulher

Muitos medicamentos apresentam efeitos colaterais que podem afetar e prejudicar a saúde oral. Saiba quais são os principais problemas que os medicamentos causam aos dentes e salvaguarde a saúde da sua boca.

Na maioria dos casos, os problemas que os medicamentos causam aos dentes estão relacionados com os efeitos colaterais que são provocados pela medicação. Dos mais importantes, destacam-se os seguintes:

Boca seca

Os anti-histamínicos, como por exemplo os antialérgicos, assim como os descongestionantes, analgésicos, diuréticos, os medicamentos para a pressão alta e os antidepressivos, podem causar um decréscimo da produção de saliva, o que faz com que a boca fique mais suscetível à inflamação dos tecidos, ao aparecimento de dores e de infeções. A cárie dentária também pode levar ao estabelecimento da boca seca e esta pode ser um problema muito grave para aqueles que utilizam aparelho dos dentes e dentaduras. Para que tal não aconteça, beba mais líquidos e masque pastilhas sem açúcar para estimular a formação e o fluxo da saliva.

Crescimento do tecido da gengiva

O crescimento do tecido da gengiva é também conhecido como hiperplasia gengival. Esta patologia pode ser reflexo das alterações hormonais e doenças sistémicas (leucemias monocíticas), da acumulação da placa dentária ou tártaro nos dentes, assim como pela ingestão de determinados fármacos. Os medicamentos responsáveis pela resposta hiperplásica da gengiva são os antiepiléticos, os antagonistas dos canais de cálcio e os imunossupressores, como os que são utilizados nos transplantes de órgãos. Tenha em atenção que o acompanhamento médico na ingestão destes fármacos é crucial, uma vez que as hiperplasias associadas a antiepilético (como a fenitoína) e os antagonistas dos canais de cálcio (como a nifedipina ou o verapamil) são muito semelhantes e precisam de ser corretamente controlados.

O crescimento do tecido da gengiva pode complicar a higiene oral e, por vezes, é necessário realizar uma gengivectomia (procedimento que remove o excesso de tecido de uma gengiva) para cuidar da sua saúde oral.

Enfraquecimento dos tecidos mais suaves das gengivas

As feridas orais, inflamações ou descolorações dos tecidos mais suaves das gengivas podem resultar da ingestão de medicamentos prescritos para o controlo da pressão sanguínea, agentes imunossupressores, contracetivos orais e alguns agentes quimioterapêuticos. Nesta situação, o seu dentista deve-lhe recomendar um programa de higiene oral específico, que limite o desconforto provocado pela respetiva medicação.

Sangramento anormal

A coagulação sanguínea resulta da ingestão de aspirinas e anticoagulantes específicos, como a heparina ou warfarina. Estes medicamentos são prescritos para tratar derrames sanguíneos ou doenças cardíacas, mas podem causar problemas de sangramento durante uma cirurgia oral ou tratamento periodontal. Se está a realizar um tratamento dentário, converse com o seu dentista sobre estes medicamentos, especialmente se o procedimento odontológico está relacionado com o sangramento das gengivas.

Descoloração dos dentes

A ingestão de produtos e medicamentos que contêm tetraciclina quando os dentes estão em desenvolvimento, podem provocar manchas permanentes nos respetivos dentes. No entanto, se os seus dentes estiverem manchados, existem várias técnicas dentárias que podem ser aplicadas, como, por exemplo: a colocação de facetas, coroas dentárias e o branqueamento de dentes. Estas são alternativas muito eficazes para clarear os seus dentes das manchas de tetraciclina e para exibir novamente o seu sorriso com confiança.

Para que estes problemas nunca aconteçam e para cuidar da sua saúde oral, informe sempre o seu dentista acerca dos medicamentos que está a tomar, mesmo aqueles que foram adquiridos sem receita médica.

A sua votação: 
Average: 5 (3 votos)