Sensibilidade dentária

Sensibilidade dentária

Estima-se que cerca de metade da população mundial irá sentir, numa ou noutra fase da sua vida, alguma forma de sensibilidade dentária. Embora seja, na maioria das vezes, uma sensação temporária, saiba como tratar e até prevenir a sensibilidade dentária.

O que é a sensibilidade dentária?

A sensibilidade dentária é uma perturbação da boca bastante comum, afetando a maioria das pessoas, num dado momento ou noutro. Quem tem dentes sensíveis sente dor ou desconforto ao ingerir alimentos/líquidos quentes ou frios, determinados doces ou alimentos ácidos, e até mesmo uma lufada de ar quente ou frio pode desencadear a sensibilidade dentária. Por norma, quem sofre de sensibilidade dentária também sente algum incómodo na hora de lavar os dentes ou de passar o fio dental. A sensibilidade dentária deve-se à exposição da dentina, um tecido poroso que é simultaneamente protegido pelo esmalte dos dentes e pelas gengivas. Quando esta se encontra desprotegida, permite a infiltração dos elementos quentes/frios que, entrando em contacto com o nervo do dente, provocam a dor e o desconforto habitualmente associado à sensibilidade dentária.

Quais as suas principais causas?

A sensibilidade dentária pode ter vários e diferentes fatores na sua origem: cáries, gengivite ou outras doenças periodontais, retração das gengivas (afastadas dos dentes), dentes partidos, esmalte dentário gasto (escovagem excessiva ou o uso de uma pasta de dentes muito abrasiva). Um processo de branqueamento de dentes e até uma dieta muito ácida (composta por grandes quantidades de cítricos, pickles, refrigerantes, etc.) também podem contribuir para a sensibilidade dentária.

Qual o melhor tratamento?

Por norma, a sensibilidade dentária é temporária e passageira, podendo ou não reaparecer. No caso da sua persistência, é importante marcar uma consulta com o seu dentista para averiguar qual a causa da sensibilidade dentária e, consequente, qual o melhor tratamento a administrar. O tratamento da sensibilidade dentária pode passar por uma intervenção ao nível dos próprios dentes (principalmente se existirem cáries ou dentes partidos); o tratamento específico de uma doença periodontal; um tratamento de flúor para ajudar a fortalecer o esmalte dentário; a prescrição de um gel, pasta de dentes e/ou elixir para ajudar a dessensibilizar os dentes, protegendo-os em simultâneo. 

Como prevenir a sensibilidade dentária?

Como em quase tudo que esteja relacionado com a saúde oral, também a prevenção da sensibilidade dentária passa por assegurar que cuida diariamente dos seus dentes e boca, mantendo-os sempre saudáveis. Se tiver especial tendência para a sensibilidade dentária, opte por utilizar uma pasta de dentes e/ou um elixir bocal específico para esse efeito. Não se esqueça de marcar o seu check-up dentário anual… é meio caminho andado para uma saúde oral invejável.

A sua votação: 
Average: 4.5 (2 votos)